Pular para o conteúdo

A coerência de Janaína Paschoal, musa do golpe e advogada do procurador que torturava a mulher. Por Kiko Nogueira – Diário do Centro do Mundo

by em 31 de março de 2016

  O golpe ganhou uma musa e o nome dela é Janaína Paschoal. Sob certos aspectos, é um avanço com relação à modelo e atriz Juliana Isen, que sumiu depois do Carnaval. Janaína foi a estrela da audiência pública na Comissão Especial do Impeachment na tarde de quarta, dia 30. Pegou o microfone depois de Miguel Reale Jr, que assina com ela e Hélio Bicudo o pedido de impedimento, e falou, falou, falou. Falou não como advogada do Largo de São Francisco que é, mas como deputada federal com tiques de revoltada online. “Estamos diante de um quadro em que sobram crimes de responsabilidade”, acusou, ecoando o presidente da OAB, para quem Dilma deve ser cassada pelo “conjunto da obra”. “Se […]

Fonte: A coerência de Janaína Paschoal, musa do golpe e advogada do procurador que torturava a mulher. Por Kiko Nogueira – Diário do Centro do Mundo

From → Uncategorized

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: